PALÁCIO NACIONAL DE MAFRA

TEMPORADA 2019/2020
de 11 de Novembro a 04 de Junho
________________________
Escolas
11h e 15h (em datas específicas)
Reservas online (ver separador RESERVAS)
ENTRADA:
Grupo Escolar: 10,00€/aluno
Oferta de convite a professor acompanhante por cada grupo até 15 alunos
Nota: As sessões de público geral realizam-se com um mínimo de 75 entradas pagas, sejam do mesmo grupo ou acumulando grupos.
________________________
Público Geral
(1ºs sábados de cada mês)
TEATRO – 18h
05 Outubro
02 Novembro
07 Dezembro
RESERVAS: book@virtualeter.com
Info +351 929 130 721

ENTRADA:
Normal: 12,50€
Desconto Júnior/Sénior: 10,00€
Vendas no local ou 
Ticketline, Blueticket, Odisseias, Lifecooler

Nota: As sessões de público geral realizam-se apenas com um mínimo de 50 reservas, 
Classificação etária: Maiores de 12 anos
Duração aproximada: 90 minutos

SINOPSE

Ansiando por um filho que tarda, o rei D.João V é avisado por frei António de S.José: “Mande V. Majestade fazer um convento de franciscanos em Mafra e Deus vos dará descendência”. O desejo real desencadeará uma epopeia de homens, um esforço hercúleo de milhares de trabalhadores arregimentados em todos o país, de arquitetos, engenheiros e materiais vindos do estrangeiro e pagos a peso de ouro do Brasil, esgotando-o.

Unidos por um amor natural, Blimunda e Baltasar reúnem-se ao padre Bartolomeu de Gusmão e ao seu sonho de voar. A passarola, máquina voadora, misto de barco e de pássaro, nasce do saber científico de Bartolomeu, da força de trabalho de Baltasar e dos poderes de Blimunda, recolhendo as vontades humanas (as nuvens fechadas), que alimentarão a máquina e a farão voar.

Sobre as obras do Convento de Mafra terá passado o Espírito Santo, dizem os padres e acredita o povo. Voar, nesse tempo, não sendo obra de Deus, só poderia sê-lo do demónio, e assim se anuncia o fim trágico das três personagens maravilhosas.

FICHA TÉCNICA E ARTÍSTICA

Texto: José Saramago;
Adaptação Dramatúrgica: Filomena Oliveira 
e Miguel Real;
Encenação: Filomena Oliveira;
Orgânica sonora e Música original: David Martins;
Voz: Andreia Lopes;
Piano: Sandra Nunes;

Interpretação:
(Blimunda) ​ Rita Fernandes ou Suzana Branco ou Rute Lizardo ;
(Baltasar) Sérgio Moura Afonso ou Pedro Oliveira ou Diogo Andrade;
(Padre Bartolomeu) Rogério Jacques ou Sérgio Moura Afonso;
(Camareiro, Pai, Arquitecto, Manuel Milho, Almoxarife, Frade Franciscano, Homem) João Mais ou Miguel Simões ou  Hugo Bettencourt;
(Camareiro, Rei D.João V, Zé Pequeno, Frade Dominicano) Filipe Araújo ou Miguel Simões ou João de Brito ou Miguel Mendes;

Operação: David Martins, Pedro Florentino, Ilesa Martins
ou Bruno Oliveira
(Técnico Honorário)

Guarda-Roupa e Adereços: Éter e Câmara dos Ofícios;
Criação e adaptação do espaço cénico: Carlos Arroja;
Desenho de Luz: Carlos Arroja;

Fotografia: André Rabaça;
Ilustração: Luís Lázaro;

Frente de Sala: ​ÉTER

Co-Produção: Palácio Nacional de Mafra e ÉTER – Produção Cultural;
Produção Executiva: Cláudia Faria e Maria Barracosa