Liberdade, liberdade!

De Filomena Oliveira e Miguel Real

Sinópse

Entre 28 de Maio de 1926 e 25 de Abril de 1974, Portugal sofreu uma das mais violentas e longas ditaduras europeias do século XX. O Estado Novo criou organizações policiais, cuja função consistia no esmagamento de toda a oposição, principalmente dos sectores mais reivindicativos da sociedade. Liberdade,liberdade! constitui uma homenagem a todos os presos politicos perseguidos e torturados ao lobgo do Estado Novo.
​A prisão de três homens em diferentes circunstâncias, mas pelo mesmo aparelho policial, reuni-los-á na mesma cela de prisão: um militante comunista, um estudante católico e um operário ingénuo.
​No meio das diversas pressões e ajudas de familiares, das tensões com os guardas prisionais e dos conflitos entre os três presos, prepara-se uma fuga da cadeia, que terminará com a morte de dois presos e a libertação do terceiro.
​Esta peça estreou em 2004 em Sintra; foi apresentada em 2007 no Teatro da Trindade e em 2011 no Teatro D. Pedro V em Macau e em 2013 no Festival de Cachéu – Primeiro Forum da Escravatura em Guiné-Bissau.

Ficha técnica e artística

Texto: Miguel Real e Filomena Oliveira;
Encenação: Filomena Oliveira;
Interpretação:
(Mariana) Cláudia Faria ou Rita Fernandes,
(Agente PIDE, Guarda da Prisão) Filipe Araújo,
(Mãe de Mariana) Filomena Oliveira,
(Agente PIDE, Chefe da Prisão) João Brás,
​(Carlos, o Revolucionário) Paulo Campos dos Reis, ​
​(Paulo, o Estudante) Pedro Mendes ou Jorge Biague, ​
​(Saldanha, o Operário) Sérgio Moura Afonso
​Operação de som:Bruno Oliveira
Desenho de luz: David Martins
Imagem: Edgar de Oliveira
Guarda-Roupa & Espaço cénico: ​ Éter- Produções Culturais
Música original e orgânica sonora: David Martins
Produção: ÉTER – Produção Cultural
Agradecimentos: Sérgio Santos (fotografia cartaz), João Mais

10 anos do espetáculo “Liberdade, liberdade!”

Galeria

Apoios